[Opinião] All you need is kill vol. 1/2

DSC_2898

 

Ando para escrever isto faz séculos e por isso peço desculpa, mas finalmente aqui está o que achei de All You Need is Kill de Hiroshi Sakurazaka e ilustrador por Takeshi Obata.
Já andava a que tempos para adquirir e quando soube que a Devir ia publicar pensei que era desta que o ia comprar. E sei que reclamo muitas vezes da Devir por se atrasar tanto nas publicações, mas agora tenho mesmo que dizer Obrigada e que fico feliz por não terem demorado nada ou quase nada na publicação do segundo volume que penso que nem um mês demorou. Obrigada ^o^

O mundo está a ser literalmente conquistado por Mimic, uma raça de aliens que parecem ser indestrutíveis.
Keiji Kiriya é mais dos milhões de soldados que são recrutados mesmo sem experiência, e ele é totalmente inexperiente no campo de batalha, e introduzidos numa armadura mecanizada desenvolvida para a luta contra os mimics.
Cada esquadrão é liderada por um sargento, e toda a operação liderada por Rita Vrataski, que é uma americana responsável pelos extreminio de vários Mimics e sua respectivas tentativas de denominação, tanto que já lhe chamam de Pantera Blindada.

<– são bonitos não são? ihihi :3

Mas basicamente por alguma coisa que não posso dizer, Keiji sempre que morre no campo de batalha acorda no dia anterior como se nada tivesse acontecido e tem de ir para o confronto outra vez. Parece que dá jeito mas também é assustador ver morrer tantas vezes pessoas que começamos a gostar.
Keiji treina todos os dias para um único fim, não morrer, talvez assim possa dormir mais uma noite sem ter que se preocupar com o que iria acontecer e para com este ciclo que se tornou viciante e que não parece ter fim! 

O segundo volume centra-se no resto da história mas temos Rita mais presente, e por enquanto ela fica no dilema, porque não posso dizer. Mas há muitos desenvolvimento no que toca a tudo isto, claramente por ser o ultimo volume.

O que me atraiu inicialmente foi ser ilustrado por Obata que *adoro, adoro, adoro* Mas a história em si é muito boa e tem uma explicação lógica, algo que tive medo que não tivesse. E a arte como se pode ver é mais uma vez excelente.

 

 

 

1  2

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Livros, Opiniões. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s